Cultura Avieira – Atividades 2014

II Cruzeiro Religioso do TejoEste evento reveste-se, este ano, de uma particularidade muito especial, pois corresponde às vontades das comunidades de pescadores e de marítimos do Tejo, assim como de outras comunidades ribeirinhas, que exigiram e decidiram que o mesmo se deveria realizar de novo.

Assim, o Cruzeiro é organizado por um conjunto de associações e de instituições que têm como objetivo o desenvolvimento local sustentável das zonas ribeirinhas taganas. Associaram-se também à iniciativa várias entidades, entre as quais as comunidades piscatórias ribeirinhas, associações culturais, náuticas e etnográficas, câmaras municipais, juntas de freguesias e paróquias.

Esta procissão fluvial, em honra de Nossa Senhora dos Avieiros e do Tejo (imagem consagrada o ano passado pelo Exmo Bispo de Santarém), bem como de outros santos da devoção dos pescadores ribeirinhos, vai evocar as tradições das populações ribeirinhas taganas.

O Cruzeiro visa representar o antigo trajeto que os marítimos faziam, nos chamados barcos de água acima, desde as Portas do Ródão até ao grande estuário, quando o rio Tejo era navegável em quase toda a sua extensão.

Este cruzeiro fluvial, dividido em 8 etapas, será realizado entre os dias 17 de maio e 15 de junho, pelo rio Tejo, desde Alvega (Abrantes) até a Paço de Arcos (Oeiras), e seguirá com as embarcações tradicionais taganas, engalanadas, transportando a imagem de Nossa Senhora dos Avieiros e do Tejo, bem como outras imagens de santos de devoção dos pescadores de cada comunidade representada.

O envolvimento voluntário das comunidades ribeirinhas na organização e promoção do Cruzeiro é um enorme passo para o sucesso desta iniciativa e a sua envolvência é o garante de uma elevada participação das gentes do Tejo.