Cultura Avieira

No âmbito da Candidatura do Projecto “ A Cultura Avieira a Património Nacional” o Instituto Politécnico de Santarém organizou o 1º Fórum Ibérico do Tejo, com o lema “O Tejo – corredor de cultura e de identidade ibéricas, berço de civilizações e factor de desenvolvimento dos territórios e do Turismo”, e o 3º Congresso Nacional da Cultura Avieira, com o lema “A Rota da Cultura Avieira. Empreendedorismo, cultura e turismo sustentável – desafios e oportunidades”.

 

Os dois eventos foram uma parceria com a Universidade Espanhola de Castilha la Mancha, pólo de Talavera de la Reina, e a CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, e realizaram-se respectivamente nos dias 8 e 9 de Junho de 2012, em Santarém, no anfiteatro do CNEMA, na Feira Nacional de Agricultura. 

Em paralelo, decorreram as seguintes manifestações culturais:

– uma exposição de pintura dedicada exclusivamente aos Avieiros, de Sérgio Ramos;
– duas exposições de fotografia sobre os Avieiros e o Tejo, uma de José Peixe e outra de Ricardo Peixeiro;
– uma exposição de fateixas/âncoras de grandes dimensões resgatadas do leito do Tejo, na zona de Abrantes, possivelmente de barcos de água-acima;
– uma exposição de oito embarcações, sete Avieiras (da colecção da AIDIA), e uma da Praia de Vieira de Leiria;
– um stand dedicado ao projecto da cultura Avieira, no espaço da TuriPortugal;
– exibições de dois agrupamentos folclóricos – Peixeiras da Vieira (de Vieira de Leiria), e Albandeio (de Alpiarça), no sábado dia 9 de Junho.

O Instituto Politécnico de Santarém aproveitará a ocasião para homenagea seis Avieiros (três homens e três mulheres) dos mais idosos das comunidades Avieiras, porta-vozes da sua cultura, porque é em vida que se deve reconhecer o valor das pessoas.

 

Documento em PDFPrograma do 3º Congresso Nacional da Cultura Avieira
Documento em PDFPrograma do 1º  Fórum Ibérico do Tejo

 

Cultura Avieira – Um património, uma identidade

Cultura Avieira – Atividades 2012

 
Fórum Ibérico do Tejo e  3º Congresso da Cultura Avieira

Na prossecução das atividades realizadas pelo projeto de candidatura da Cultura Avieira a Património nacional imaterial e da Unesco, irá realizar-se o o Fórum Ibérico do Tejo e o 3º Congresso da Cultura Aviera, nos dias 8 e 9 de maio de 2012.

Estas iniciativas têm como objectivo mostrar o desenvolvimento do projeto, bem como apresentar em pormenor algumas características do instrumento fundamental para a Cultura Avieira como é o caso do Barco. Embora saibamos que este Congresso decorre numa altura em que o contexto e desenvolvimento económico é desfavorável, pretendemos com a realização do mesmo a conjugação de esforços do consórcio que envolve 39 instituições, e apoiado pelo financiamento atribuído através do QUREN/Provere, da CCDR do Alentejo, para que seja possível inaugurar a Rota da Cultura Avieira.

Embora saibamos que este Congresso decorre numa altura em que o contexto e desenvolvimento económico é desfavorável, pretendemos com a realização do mesmo a conjugação de esforços do consórcio que envolve 39 instituições, e apoiado pelo financiamento atribuído através do QUREN/Provere, da CCDR do Alentejo, para que seja possível inaugurar a Rota da Cultura Avieira Tendo o rio Tejo sérios problemas de origens diversas: assoreamento, falta de água, poluição e desgaste das margens na região da lezíria, pretende-se com este fórum, que constitui um excelente trabalho de cidadania, contribuir para dar voz a todos os que o utilizam ou que dependem dele.

Desta forma, o projecto dos Avieiros pretende contactar pessoas e instituições, portuguesas e espanholas, para que seja realizada uma análise criteriosa dos problemas com que o Tejo se defronta, bem como as melhores maneiras de os afastar.