notícias
Politécnico de Santarém ministra CTeSP`s em 6 concelhos distintos fomentando o ensino de proximidade
Publicado em 2021/08/30

Com uma oferta formativa de proximidade, especializada, em articulação com as necessidades do tecido económico e social dos municípios, este projeto inovador iniciará já em setembro com o Politécnico de Santarém a ministrar 8 cursos técnicos superiores profissionais fora dos dois concelhos de atuação (Santarém e Rio Maior). O CTeSP de Viticultura e Enologia e o CTeSP de Restauração e Segurança Alimentar, oferta formativa da Escola Superior Agrária e o CTeSP de Redes e Sistemas Informáticos, oferta formativa da Escola Superior de Gestão e Tecnologia disponibilizam já este ano letivo de 2021/2022 um total de 67 vagas na Escola Gustavo Eiffel – pólo de Arruda dos Vinhos. O CTeSP de Surfing no Treino e na Animação Turística, oferta formativa da Escola Superior de Desporto de Rio Maior decorre na Ericeira, concelho de Mafra e disponibiliza na sua 1º edição 24 vagas, num curso que é reconhecido pelo IPDJ no âmbito do Plano Nacional de Formação de Treinadores, nas componentes de Formação Geral, Específica e Estágio de Treinador de Surf grau 1. Ainda através da Escola Superior Agrária será ministrado o CTESP de Cuidados Veterinários com um total de 24 vagas e que será lecionado na localidade de Runa, concelho de Torres Vedras. O CTeSP de Acompanhamento de Crianças e Jovens da Escola Superior de Educação disponibilizará 25 vagas na localidade de Loures em horário pós laboral; já no concelho da Amadora será lecionado o CTeSP de Gestão de Negócios e Redes e Sistemas Informáticos, ambos com 25 vagas, assim como emVila Franca de Xira, onde a oferta de vagas é idêntica assim como o horário pós laboral para o CTeSP de Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação, todos os trêsda Escola Superior de Gestão e Tecnologia do Politécnico de Santarém.

Este projeto, que se insere no âmbito da plataforma de ensino superior politécnico na zona norte de Lisboa, designadamente nos concelhos da Amadora, Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Odivelas, Sintra, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, envolvendo os Politécnicos de Santarém, Leiria, Setúbal e Tomar, é um projeto que  pretende dar resposta às necessidades de qualificação das empresas nestes territórios, garantindo um esforço coletivo e um impulso para a qualificação superior da população nestas zonas, estimulando a sua capacitação social e económica, assim como a modernização do tecido produtivo e da administração pública numa das regiões de Portugal com maior densidade populacional e muito afetada pela crise pandémica e social emergente. Para a gestão da plataforma, será criada uma comissão de acompanhamento constituída por um representante de cada Instituto Politécnico, um representante de cada autarquia signatária, um representante da DGES, um representante de cada CCDR e por representantes da empresas e organizações tendo como principal missão monitorizar o desenvolvimento das atividades da plataforma, apresentar propostas de criação de novas ofertas formativas e propor a adesão de novos parceiros, entre outros. 

Estes 8 CTeSP serão simultaneamente ministrados em Santarém e Rio Maior nos Campus do Politécnico de Santarém, juntamente com mais 10 cursos CTeSP que fazem parte da oferta formativa existente para este ano letivo de 2021/2022, nomeadamente os CTeSP de Análises Laboratoriais, Design Digital, Inovação em Gastronomia, Marketing Digital, Mecanização e Tecnologia Agrária, Proteção e Apoio à Pessoa Idosa, Secretariado em Saúde, Tecnologias de Produção Integrada em Hortofrutícolas, Zootecnia e por último Tecnologias Web e Dispositivos Móveis.

Os CTeSP são constituídos por um conjunto de unidades curriculares organizadas em componentes de formação geral e científica, formação técnica e formação em contexto de trabalho (através de um estágio). Com uma duração de quatro semestres curriculares e atribuição de 120 créditos, estes cursos, após conclusão, com aproveitamento, atribuem diploma de técnico superior profissional ao estudante dando a possibilidade de o mesmo se candidatar ao acesso e ingresso nos ciclos de estudos de licenciatura e integrados de mestrado do ensino superior. As candidaturas à 1º fase encontram-se a decorrer até 10 de setembro.